09 de dezembro de 2019

‘Não contava com a vitória’, afirma Rodrigo, ganhador do MasterChef 2019

Vencedor, ele leva um prêmio de R$ 250 mil, uma bolsa de estudos na Le Cordon Bleu Paris


Por Folhapress Publicado 26/08/2019

Rodrigo é o grande vencedor do MasterChef Brasil 2019. O paulista conquistou o favoritismo dos chefs Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin na noite deste domingo (25), ao cozinhar um menu completo que representa sua identidade.

Rodrigo fez para a entrada um ravioli recheado de camarão com caldo, seguido do prato principal, uma barriga de porco com molho agridoce e feijões -o que mais o preocupou- e a sobremesa, sorvete de coco e gengibre com uma casca de gergelim.

“A ficha não tinha caído até agora”, disse o paulista à imprensa, após saber o resultado. “Eu acreditava que podia dar certo, mas não tinha certeza. Eu não contava com a vitória, mas esperança eu tinha. Desde que pisei aqui, tinha um objetivo traçado. Só não queria ser o pior”.

Vencedor, ele leva um prêmio de R$ 250 mil, uma bolsa de estudos na Le Cordon Bleu Paris, uma cozinha completa da nova linha Brastemp Gourmand e equipamentos da Tramontina, além de uma viagem pela Barilla para acompanhar o maior campeonato de massas do mundo, o Pasta World Championship.

“Vou aproveitar o que vier daqui pra frente. […] Não sei nem mais o que é engenharia. É uma página virada na minha vida e não volto nem amarrado”, brinca o vencedor.

Já Lorena, que ficou em segundo lugar, fez um “menu viagem pelo Piauí”, com um ravióli de ágar-ágar frio como entrada, um carneiro com baião de dois feito de feijão verde, e um crumble de mel acompanhado de sorvete de coco e abacaxi na cachaça.

Ela também ganha uma bolsa de estudos na unidade da Le Cordon Bleu em Ottawa, no Canadá. Assim como Rodrigo, ela ganha ainda R$ 1.000 por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour.

Os três pratos de Lorena e Rodrigi foram parecidos entre si, e renderam muitos elogios dos chefs. As sobremesas foram especialmente aplaudidas -os jurados chegaram a dizer que eram as melhores dentre as apresentadas nas finais das dez edições que foram transmitidas pela Band até então.

“Essa final não foi dez, foi mil”, disse Jacquin. “A Globo não vai dormir. Eu sei que a Band nao gosta que fale isso, mas eu sou Jacquin”.

A prova demorou mais de três horas e foi acompanhada pelos familiares dos finalistas e todos os participantes que foram eliminados ao longo dos 21 episódios desta temporada.