17 de novembro de 2019

Mulher de Renato Aragão pede desculpas por dizer que público de aeroporto ‘parece de rodoviária’

"Vim no voo com um cara de bermuda e chinelo do Rio de Janeiro para São Paulo", afirmou Lilian Aragão


Por Folhapress Publicado 28/05/2019
Foto: Divulgação/ TV Globo

Após provocar polêmica nas redes sociais ao dizer que público de aeroporto “parece rodoviária”, Lilian Aragão, 51, mulher do humorista Renato Aragão, 84, decidiu se desculpar pelo comentário.

“Sou nova na internet e não sabia que repercutiria desse jeito o meu comentário sobre uma situação específica. O meu carinho especial a todos e minhas desculpas e considerações a vocês”, disse em Stories publicado no seu Instagram, na noite desta segunda-feira (27).

Mais cedo, Lilian foi criticada ao utilizar a mesma ferramenta para reclamar de um homem que vestia bermuda e chinelo no mesmo voo em que ela estava.

“Não sei o que vocês pensam de aeroportos, mas, assim, para uma blogueira vintage, passando dos 50, o aeroporto começa a ficar um saco. Eu viajo mesmo só para festa, porque para trabalho… Parece rodoviária, né, gente? Esse aeroporto não parece rodoviária? Vim no voo com um cara de bermuda e chinelo do Rio de Janeiro para São Paulo”, afirmou.

Depois da repercussão negativa, Lilian resolveu apagar os vídeos polêmicos, e fez outros com o pedido de desculpas. “Eu vim aqui para pedir desculpas a vocês. Se em algum momento eu ofendi alguém, que use chinelo e bermuda, [saibam que] eu estava falando de uma situação específica. Peço desculpas”, disse.

Lilian passou a investir nas redes sociais há pouco tempo, seguindo o sucesso do marido -o eterno Didi dos Trapalhões tem 2,7 milhões de seguidores no Instagram. Já ela tem atualmente 110 mil seguidores na rede social.

TICIANE PINHEIRO
Em fevereiro, a apresentadora Ticiane Pinheiro, 42, também foi criticada por ter feito comentário semelhante em suas redes sociais. “Olha a fila para passar no detector de metais! Aeroporto virou rodoviária!”, disse ela, em vídeo postado no Stories do seu Instagram.

Depois da polêmica, ela também apagou a publicação e escreveu pedido de desculpas: “Acho que fui mal interpretada ou não fui tão clara quanto deveria. Sempre viajei para o Rio de Janeiro em ônibus noturno, saindo de São Paulo meia-noite e chegando no Rio cedinho. Sempre fui para Ubatuba de ônibus. As filas na rodoviária muitas vezes são enormes tanto na bilheteria quanto no embarque. E nesse dia o aeroporto estava assim. Foi só o que eu quis dizer. Nunca quis diminuir ninguém”.

“Eu não precisaria estar na fila porque estou gestante, mas como estou me sentindo bem fico sempre na fila. Naquele dia, porém, a cena era atípica, muita gente mesmo, e eu fiz o registro da lotação do aeroporto 6 da manhã. Muitas pessoas que, assim como eu, com frequência acordam 5 da manhã para viajar para algum lugar, trabalhar e voltar no mesmo dia estavam estranhando a situação. Foi só isso”, disse ela, que está grávida do jornalista César Tralli.