25 de maio de 2020

Sucesso na internet, Sikêra Júnior apresentará jornalístico na Rede TV!

Programa será produzido em parceria com a TV A Crítica, de Manaus, e ocupará a faixa das 18h às 19h30


Por Redação Educadora Publicado 19/12/2019
Sikera Junior
Foto: Reprodução/TV Arapuan

Sucesso na internet e responsável por derrotar até a Globo diariamente em Manaus (AM), o apresentador Sikêra Júnior ganhará um programa em cadeia nacional, a partir de 2020, pela Rede TV!. O noticiário será produzido em parceria com a TV A Crítica, que até o início do ano era afiliada da Record TV no Amazonas, e hoje é uma emissora independente. A expectativa é que o jornalístico ocupe a faixa das 18h às 19h30 e mescle, em seu conteúdo, o “mundo cão” com as tiradas de humor que tornaram o comunicador famoso.

“A RedeTV! informa que o jornalista Sikêra Júnior apresentará um programa de notícias diário, em rede nacional, a partir de janeiro de 2020. A nova atração será gerada pela TV A Crítica, de Manaus (AM), pertencente ao grupo RCC (Rede Calderaro de Comunicação), e transmitida pela RedeTV!, que também produzirá reportagens e links ao vivo de todo o Brasil”, informou o canal de Amílcare Dallevo e Marcelo de Carvalho em nota oficial.

O horário em que será exibido a nova atração ocupará o espaço correspondente atualmente ao “Tricotando” e ao “Papo de Bola”. De acordo com a Rede TV! no comunicado, o programa de fofocas permanecerá na grade de programação em 2020, porém não é informado em qual faixa. Já o esportivo tem futuro incerto na emissora paulista.

“O acordo imprime um novo modelo de negócio no mercado de televisão aberta ao propagar nacionalmente o projeto de uma emissora local. O trabalho conjunto das empresas ampliará ao público brasileiro a entrega de uma cobertura jornalística única, marcada pela autenticidade de Sikêra Júnior, um dos grandes destaques do jornalismo no cenário nacional. O noticiário será exibido, de segunda a sexta-feira, ao vivo, das 18h às 19h30. Com a estreia, o Tricotando terá sua faixa horária remanejada na grade de programação”, conclui a nota.