20 de junho de 2019

Você sabia que existe o pré-diabetes? Saiba como prevenir

Segundo dados do Ministério da Saúde, nos últimos 10 anos, o número de brasileiros diabéticos aumentou em mais de 61%


Por Redação Educadora Publicado 30/04/2019

O diabetes é uma das doenças mais preocupantes no mundo. Sua prevalência vem aumentando e, entre os fatores que contribuem para isso, estão os hábitos nutricionais, maior frequência de estilo de vida sedentário e obesidade e envelhecimento da população, entre outros. Segundo dados do Ministério da Saúde, nos últimos 10 anos, o número de brasileiros diabéticos aumentou em mais de 61%, englobando 8,9% da população. Porém, é possível descobrir sinais que indiquem um possível desenvolvimento do diabetes: o pré-diabetes.

De acordo com o dr. Renato Ribeiro, clínico geral e cardiologista do Hospital São Lucas Copacabana, o pré-diabetes é um estágio em que o risco de progressão do diabetes tipo 2 é maior. Trata-se de situação em que os valores glicêmicos estão acima dos índices considerados normais, mas ainda abaixo dos números que indicam a presença do diabetes. Na maioria dos casos, o pré-diabetes é assintomático e seu diagnóstico deve ser suspeitado na presença de fatores de risco e confirmado com exames laboratoriais. Atenção especial ao histórico familiar, à obesidade e ao sedentarismo

“Devemos considerar que um paciente é de alto risco para o desenvolvimento do diabetes tipo 2 quando ele possui elevados níveis de glicose de jejum ou hemoglobina glicada. Ele deve ficar alerta se os valores de glicemia em jejum estiverem maiores ou iguais a 100 mg/dL e de hemoglobina glicada for maior ou igual a 5,7%. Índices de glicemia de jejum maiores ou iguais a 126 mg/dL e de hemoglobina glicada maiores ou iguais a 6,4% configuram diagnóstico de diabetes”, explica o especialista

“O diagnóstico do pré-diabetes não só configura aumento do risco de surgimento do diabetes tipo 2 como também já representa ameaça aumentada para doenças cardiovasculares”, acrescenta o especialista.

Porém, o progresso do diabetes tipo 2 pode não ser um ultimato. Pessoas que se encontram no estágio de pré-diabetes podem reverter a situação caso adotem as medidas de prevenção da doença, que incluem a opção por um estilo de vida mais saudável, com boa alimentação e a prática de exercícios físicos regulares. O uso de medicamentos já pode ser recomendado desde a fase do pré-diabetes em alguns casos selecionados.