06 de abril de 2020

Garota com doença rara recebe transplante de medula de irmã

Para curar uma leucemia mieloide aguda, Yasmin Marques Brito recebeu parte da medula de Ana Lídia, que tem apenas 1 ano de idade


Por Redação Educadora Publicado 23/02/2020

A pequena Yasmim Marques Brito, de 7 anos, recebeu na semana passada uma nova medula óssea, necessária para curá-la de uma leucemia mieloide aguda – doença que geralmente acomete pessoas com mais de 55 anos e é conhecida como “câncer no sangue”. A doadora foi sua irmã mais nova, Ana Lívia, de apenas 1 ano, que tem compatibilidade de 100%.

O transplante foi feito na quinta-feira (20/02), quando Yasmin recebeu a medula da irmã, no Hospital do Graacc, em São Paulo.

O primeiro diagnóstico da doença havia sido feito em março de 2019, depois que Yasmin passou a apresentar manchas na membrana branca dos olhos. Ela foi submetida a sessões de quimioterapia para tentar controlar o problema mas, em janeiro deste ano, começou a reclamar de fortes dores nas pernas e, exames de rotina, mostraram que a doença havia voltado.

A partir daí, os médicos informaram que apenas um transplante salvaria a vida de Yasmin e que o procedimento precisava ser realizado o mais rápido possível.

Para sorte da menina, o doador compatível estava na mesma família: era a irmã mais nova dela, Ana Lívia. “Meu coração está cheio de alegria, é inexplicável isso. A gente tinha pouco tempo para conseguir e conseguimos dentro de casa. Tenho certeza que a medula vai pegar”, afirma a mãe de Yasmin, Daniela Cristina Marques de Araujo Brito. (Com informações do G1)