18 de setembro de 2019

Em dois anos e meio, Limeira teve 119 casos de suicídio

Pico aconteceu em 2017, com 52 ocorrências; só no primeiro semestre deste ano já foram 22 mortes; tentativas e atos não consumados são geralmente 10 vezes maiores; setembro é mês de conscientização


Por Danilo Janine Publicado 10/09/2019 Atualizado em 16/09/2019 às 08:18
Divulgação

O mundo vive uma epidemia de suicídios. Em Limeira, a situação não é diferente e em dois anos e meio foram 119 casos registrados na cidade. Os números, referentes aos anos de 2017, 2018 e 2019 (primeiro semestre), divulgados pela Vigilância Epidemiológica, mostram que o pico de ocorrências foi registrado em 2017 (52 casos), contra 45, em 2018, e 22, em 2019 – nos primeiros seis meses.

Psicóloga do Nasf (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), da Prefeitura de Limeira, Josiane Miranda, comenta que segundo pesquisas, os dados referentes a tentativas de suicídio e atos não consumados são geralmente 10 vezes maiores que os consumados. “É importante lembrar que (os casos registrados na saúde municipal) é o que foi notificado. Muitas vezes, os serviços de saúde não ficam sabendo e a morte é atestada como sendo de outro tipo de ocorrência”, explica. (ouça entrevista ao programa Educadora Meio Dia de segunda-feira-9)

Josiane conta quais ações são realizadas no município na prevenção ao suicídio. “As ações que previvem o ato suicida na Prefeitura, elas giram em torno de conscientizar a população dos riscos, dos meios de prevenção, então, todos as unidades básicas de saúde, as estratégias de saúde da família, além dos Caps (Centro de Atenção Psicossociais) estão se mobilizando para fazer ações de conscientização através de salas de espera nos postos de saúde, através de diálogo com a população para que as pessoas busquem ajuda e saibam os meios corretos de se buscar essa ajuda”, comenta Josiane.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), em todo mundo, 800 mil pessoas cometem suicídio anualmente. No Brasil, desde 2015, acontece o Setembro Amarelo, uma campanha de prevenção ao suicídio, que é uma iniciativa do CVV (Centro de Valorização da Vida), do CFM (Conselho Federal de Medicina) e da ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.