25 de maio de 2020

São Paulo visitará o River na Libertadores com portões fechados

A partida entre o time tricolor e os argentinos será apenas no dia 22 de abril, no Monumental de Núñez


Por Estadão Conteúdo Publicado 05/02/2020
Divulgação/River Plate

O River Plate (ARG) sofreu uma punição de dois jogos com portões fechados pelo CAS (tribunal do esporte) pelo ataque de seus torcedores ao ônibus com os jogadores do Boca Juniors (ARG) na final da Copa Libertadores de 2018.

Ao mesmo tempo, o tribunal manteve o título do River, rejeitando pedido do rival de puni-lo com a perda da taça. Com isso, o time terá de jogar suas duas primeiras partidas da competição em 2020 sem público, o que inclui confrontos com o Binacional (PER) e o São Paulo pela fase de grupos do torneio.

A decisão do CAS saiu nesta terça (4), mais de um ano depois da confusão na decisão entre os dois grandes de Buenos Aires, ocorrida nos arredores do Monumental pouco antes do segundo jogo da final. Não caberá recurso ao River.

A partida entre o time tricolor e os argentinos será apenas no dia 22 de abril, no Monumental de Núñez.