18 de agosto de 2019

‘Pode não ter homem, mas mulher tem’, diz deputada durante discussão em comissão com Moro

O bate boca começou quando interromperam a fala da deputada Áurea Carolina (PSOL-MG) durante sessão da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, na Câmara dos Deputados com a presença do ministro da Justiça, Sergio Moro.


Por Folhapress Publicado 08/05/2019

A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) e o deputado Delegado Eder Mauro (PSD-PA) discutiram nesta quarta (8) na Câmara dos Deputados.
“Aqui não tem mulher ou homem, é deputado!”, disse Mauro ao responder um pedido de respeito às mulheres.

“Pode não ter homem, mas mulher tem. Você está dizendo que não tem homem, fale por você. Mulher tem!”, rebateu a deputada.

O bate boca começou quando interromperam a fala da deputada Áurea Carolina (PSOL-MG) durante sessão da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, na Câmara dos Deputados com a presença do ministro da Justiça, Sergio Moro.

“A gente se pergunta se há uma motivação deliberada por parte do senhor para que o agravamento do genocídio da população negra se dê neste país”, disse Caroline ao ministro Moro antes de cortarem o microfone.

“Isso já é uma acusação para o ministro. Uma falta de respeito”, rebateu Eder Mauro antes de começar a discussão.

“Respeita a deputada. Respeita as mulheres”, disse o deputado Paulo Teixeira (PT-SP). Foi então, que Mauro afirmou que ali eram todos deputados.