21 de novembro de 2019

Mulher é condenada a ficar 25 dias na prisão por conta do canto de seus galos

O caso ocorreu em Santa Rita do Passa Quatro (SP)


Por Redação Educadora Publicado 26/08/2019

A senhora Dora Dias, de 68 anos, que tinha 4 galos em sua residência foi condenada a 25 dias de prisão em uma ação de pertubação da tranquilidade pelo canto das aves, em Santa Rita do Passa Quatro. A defesa vai recorrer da decisão. A informação foi divulgada pelo G1.

Um casal de vizinhos que vivem perto da chácara da idosa fez a reclamação para o Ministério Público. Dora vive na residência há 23 anos. De acordo com os moradores, os animais cantavam durante toda madrugada. O advogado disse que irá recorrer da sentença no Colégio Recursal de Pirassununga (SP) e espera que sua cliente seja inocentada por unanimidade. “Vamos recorrer de tudo. Ocorreu uma grande injustiça nesse processo e o Colégio Recursal vai reconhecer e absolver ela”, afirmou.

Segundo o promotor de Justiça Elio Daldegan Júnior, a situação virou caso de Justiça porque se enquadra em perturbação de tranquilidade, que é um delito criminal, e porque Dora não quis fazer um acordo.