23 de julho de 2019

Jean Wyllys sobre Carlos Bolsonaro: “Bicha travada e fábrica de fake news”

Ex-deputado afirma que "homossexualidade enrustida" do filho do presidente é o motor dos horrores perpetrados contra ele na internet


Por Redação Educadora Publicado 17/06/2019

O ex-deputado federal pelo PSol do Rio de Janeiro Jean Wyllys, que está radicado na Europa após desistir da carreira parlamentar e deixar o Brasil, foi ao Twitter nesta segunda-feira (17) e, numa série de posts, atacou com veemência o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC). Para Wyllys, o “Zero 2” é uma “bicha travada que optou por ser essa vergonhosa fábrica de fake news homofóbicas”.

Nos posts, o ex-parlamentar justificou-se: fez referências à “homossexualidade enrustida do filho homofóbico, burro e mau do presidente porque esta vem sendo o motor [dos] horrores perpetrados por ele contra mim e outras pessoas honradas na internet”.

Verdadeira obsessão

Os ataques desferidos por Wyllys tiveram como motivação uma matéria da revista Fórum que traz a denúncia do jornalista Ivan Freitas de que Carlos Bolsonaro comandaria uma ação de robôs virtuais para subir uma hashtag contra o jornalista Glenn Greenwald, que publicou uma série de diálogos entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador coordenador da Lava Jato Deltan Dallagnol.

Na série de postagens contra Carlos, Jean Wyllys ainda alfineta o presidente Bolsonaro, que, segundo ele, compartilha a obsessão que o filho tem pelo ex-deputado do PSol. “O filho do presidente, que é bicha presa no armário devido à vergonha de sua homossexualidade e, por isso mesmo, homofóbico, ressentido e mau tem verdadeira obsessão por mim. Aliás, o pai também”.