22 de novembro de 2019

Chineses vão disputar nova linha de trem entre São Paulo e Americana; Limeira está fora do projeto

Trem Intercidades prevê gastos bilionários; movimento político pede inserção de Limeira, sem sucesso até agora


Por Nani Camargo Publicado 07/08/2019
Divulgação/Governo de SP

O governador de São Paulo João Doria (PSDB) assinou na manhã dessa quarta-feira (7) em Xian um protocolo de intenções com a CR20, subsidiária da gigante de infraestrutura China Railway Construction Corporation(CRCC), um dos 50 maiores grupos empresarias do mundo. Depois de tomar conhecimento dos projetos de desestatização apresentados pelo governador paulista, a CR20 demonstrou especial interesse em participar das licitações de pelo menos três projetos. Um deles é o Trem Intercidades, que vai ligar São Paulo até Americana. Limeira está fora do projeto.

“ Em nosso grupo, temos capacidade para atuar em quase todos os tipos de projetos de infraestrutura, mas neste momento estamos focados na linha 6 do metrô de São Paulo, o trabalho de despoluição do Rio Pinheiros e também a ferrovia intercidades. Já reunimos inclusive empresas parceiras para atuar nesses projetos ”, disse o presidente da CR20, Deng Yong, por meio de informações enviadas pela assessoria do governador.

A expectativa do governo estadual é que a licitação do trem intercidades ocorra até o fim do primeiro trimestre de 2020. Já a disputa pela linha 6 do metrô da capital pode ocorrer ainda no mês de agosto, enquanto o projeto de despoluição do Rio Pinheiros está previsto para conclusão ainda no próximo ano.

De acordo com o governador João Doria, quatro grandes grupo de investidores devem disputar com a CR20 os projetos apresentados pelo Estado. “ Todas as áreas de desestatização de São Paulo atraem muito interesse de investidores internacionais. Investidores chineses, fundos baseados no Médio Oriente, japoneses e europeus devem disputar mais fortemente os projetos ”, disse o governador. A previsão do governo paulista é que sejam arrecadados cerca de R$ 22 bilhões com os três projetos de interesse da CR20, valor que deverá ser definido apenas ao término do processo licitatório.

A assinatura do protocolo faz parte da agenda do governador que participa da Missão China 2019, organizada pela InvestSP. Além da presença de João Doria conta ainda com a participação de cinco secretários de Estado (Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Econômico, Fazenda e Planejamento, Agricultura e Relações Internacionais) e 31 empresas brasileiras interessadas em ampliar as relações comerciais com a China.

TREM INTERCIDADES

O projeto do Trem Intercidades, que terá gastos bilionários, foi apresentado, pela primeira vez, em 2015, na gestão do governador Geraldo Alkmin (PSDB). Segundo estudos já em andamento, a composição entre São Paulo, Jundiaí, Campinas e Americana teria em 135 quilômetros de trilhos e nove estações. A estimativa é de que a ferrovia transporte 68 mil passageiros por dia. O empreendimento terá quatro eixos: um envolve Americana, Campinas, Jundiaí e São Paulo; outro a região de Taubaté; o terceiro a região de Sorocaba e o quarto, entre o ABC e Santos. Havia uma expectativa de Limeira ser contemplada com uma possível extensão do projeto, o que não se concretizou.

A expectativa sobre Limeira ganhou força no fim do ano passado, quando a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) defendeu, durante audiência pública na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, a inclusão de Limeira no projeto. Foi primeiro órgão público a manifestar o desejo de prolongar a linha férrea até Limeira. Uma Frente Parlamentar foi criada na Câmara de Limeira para pressionar o governo estadual a inserir Limeira na proposta, sem sucesso até agora.