19 de novembro de 2019

Bolsonaro é abençoado por Edir Macedo em culto com 10 mil fiéis em São Paulo

"Que Deus lhe dê sabedoria e coragem", disse Macedo, com as duas mãos sob a cabeça do presidente.


Por Redação Educadora Publicado 01/09/2019

Na semana em que a facada que sofreu durante a campanha completa um ano, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi abençoado pelo bispo Edir Macedo na frente de uma multidão de quase 10 mil fiéis no Templo de Salomão, sede da Igreja Universal do Reino de Deus em São Paulo.
No altar, de joelhos e de costas para os fiéis, Bolsonaro foi ungido com o azeite da igreja evangélica por volta das 10h.

“Que Deus lhe dê sabedoria e coragem”, disse Macedo, com as duas mãos sob a cabeça do presidente.

O presidente entrou com seguranças depois que todos os fiéis já estavam sentados. Ele sentou na primeira fila, que estava reservada a ele e sua equipe. A família de Edir Macedo também ocupou as cadeiras da frente.

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, que é evangélica, não foi à reunião, como é chamado o culto pela manhã.

Edir Macedo criticou a imprensa. Disse que tentou trazer à igreja um candidato que virou presidente, sem deixar claro quem era, e que “quem perdeu a eleição foi desonrado”. Ele afirmou que o Brasil “vive o inferno da mídia”.

“Mas eu estou aqui”, acrescentou, tirando riso de alguns fiéis. O bispo é proprietário da Rede Record.
“Este é um ‘antes e um depois’ para o presidente”, disse. Após ser abençoado, Bolsonaro deixou o espaço e fez uma visita guiada pela igreja.

Segundo frequentadores que aguardavam desde as 8h para entrar no culto, o Templo de Salomão inicia neste domingo uma oração à nação brasileira, que visa também fortalecer o presidente.

Bolsonaro fica até as 19h em São Paulo. Ele chegou pela manhã e fez uma consulta com seu médico em Congonhas. Ele terá que fazer uma nova cirurgia em consequência da facada que sofreu em setembro do ano passado.

ASSISTA: