20 de setembro de 2019

Após mortes, Crivella promete rever protocolo para acionamento de sirenes

Marcelo Crivella (PRB) afirmou que a prefeitura irá rever o protocolo para acionamento de sirenes nas favelas do Rio


Por Estadão Conteúdo Publicado 09/04/2019
Marcelo Crivella/ Divulgação

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), disse na manhã desta terça-feira, 9, que a prefeitura irá rever o protocolo para acionamento de sirenes nas favelas da cidade. O sistema – que alerta os moradores para o risco de deslizamento quando há fortes chuvas – não evitou que duas pessoas morressem soterradas no Morro da Babilônia, na zona sul, na noite de Segunda-feira (8).

“Sem dúvida esse incidente na Babilônia vai nos fazer rever essa situação”, disse o prefeito. “Vamos estudar, nesses lugares críticos, diminuir ainda mais o índice pluviométrico, para tentar remediar problemas.”

As sirenes são acionadas quando o índice pluviométrico atinge 45 milímetros, acima do que caía no morro no momento do deslizamento. Segundo Crivella, choveu 39 milímetros em uma hora no Morro da Babilônia.