08 de August de 2020

Suspeito de roubo a residência e tortura em Iracemápolis é preso na Bahia

Vítimas, entre ela uma mulher de 60 anos, tomaram choques elétricos durante roubo


Por Carlos Gomide Publicado 14/02/2020
Rodrigo Rodrigues é responsável pela Polícia Civil de Iracemápolis. FOTO: Carlos Gomide

A Polícia Civil de Iracemápolis, comandada pelo delegado Rodrigo Rodrigues, identificou e prendeu nesta quinta-feira (13), na cidade de Itaberaba(BA), um homem suspeito de participação em um roubo a residência em Iracemápolis, no dia 19 de janeiro. A prisão foi possível depois da troca de informações entre as polícias de São Paulo e do estado do Nordeste. Um segundo suspeito já havia sido preso, dois dias do crime, em Iracemápolis. Além do roubo, os suspeitos deverão responder por tortura. Segundo o que consta em boletim de ocorrência, registrado horas depois do crime, as vítimas, dois irmãos e a mãe deles, foram submetidos a tortura com choques elétricos durante a ação da dupla.
Uma das vítima relatou que após serem abordadas pela dupla armada, no final da madrugada, elas foram levados ao banheiro do imóvel, onde foram obrigadas a ajoelharem no chão molhado. Com um fio retirado da lâmpada do espelho, um dos bandidos aplicava descargas elétricas nas vítimas. Os ladrões queriam saber da existência de um suposto cofre na casa. Um dos filhos chegou a pedir para que os bandidos dessem choques apenas nele, para preservar a mãe.
A dupla roubou cerca de R$ 3 mil em dinheiro e quatro celulares e fugiram. Porém, antes, ordenaram que as vítimas ficassem trancadas no banheiro por cerca de uma hora, pois, caso saíssem, explodiriam a casa com uma dinamite que teria sido deixada na garagem do imóvel. Uma vistoria foi feita e o explosivo não foi encontrado. De acordo com o delegado Rodrigo Rodrigues, o suspeito já tem problemas com a Justiça baiana e deverá ficar à disposição naquele estado, sem previsão de transferência para São Paulo.