26 de maio de 2019

Suspeito de matar filha e enteada por vingança é preso no litoral de SP

Açougueiro cometeu crime e fugiu para o litoral, mas foi preso pela Polícia Civil na noite desta quarta-feira (15).


Por Redação Educadora Publicado 16/05/2019
Crianças foram encontradas mortas abraçadas em um dos quartos da residência em Guarulhos, SP

A Polícia Civil prendeu em Santos, no litoral de São Paulo, um homem suspeito de matar a filha e a enteada. A informação foi confirmada ao G1 na manhã desta quinta-feira (16). Segundo os policiais, o crime ocorreu em Guarulhos (SP) na quarta-feira (15), após o suspeito descobrir que havia sido traído pela esposa. O suspeito fugiu para Santos após o crime, mas foi preso pela polícia na cidade.

As crianças foram assassinadas dentro da casa onde moravam em Guarulhos e, de acordo com a Polícia Civil, a filha do suspeito, Priscilla Beatriz Tavares Almeida, de 3 anos, e a enteada, Edmilly Geovana Tavares da Silva, de 8 anos, foram encontradas mortas, abraçadas dentro de um quarto da residência.

Os policiais acreditam que os corpos estavam no local há mais de 12 horas. O suspeito deixou um bilhete afirmando que matou as meninas por vingança, após descobrir uma traição da mãe das crianças.

Após cometer o crime, o açougueiro deixou a cidade e fugiu rumo ao litoral, mas enviou mensagens ao avô das crianças avisando que tinha as matado. O avô procurou a Guarda Civil Metropolitana, que entrou no apartamento e encontrou as crianças mortas. A suspeita é que a filha e a enteada de Clayton tenham sido asfixiadas.

O delegado Wagner Coimbra afirma que o crime foi cometido por vingança, após saber da traição. “Ele queria que a esposa sentisse a mesma dor que ele. Tinha um perfil muito calmo, muito equilibrado, realmente foi uma surpresa muito grande para os dois lados da família essa atrocidade cometida”, afirma. Ainda de acordo com o delegado, o suspeito também pretendia matar os filhos do chefe da mulher, suposto amante dela.

Pai é suspeito de matar duas crianças em Guarulhos, segundo a Guarda Civil Metropolitana — Foto: Reprodução/ Google Street View

O homem foi preso nesta quarta-feira (15), ele estava dentro de uma Igreja Evangélica, em Santos, e foi encaminhado para a Delegacia Seccional de Guarulhos. De acordo com a Polícia Civil, ele deverá passar por audiência de custódia ainda nesta quinta-feira (16).