08 de August de 2020

Mulher que acusa Neymar de estupro passa mal durante depoimento

Ela e o advogado não deram entrevistas.


Por Redação Educadora Publicado 07/06/2019
SÃO PAULO, SP – 07.06.2019: NAJILA TRINDADE CHEGA A POLÍCIA CIVIL – Najila Trindade, 26 anos, modelo que acusa o jogador Neymar Jr. de agressão e estupro, chega na delegacia no bairro de Santo Amaro, em São Paulo, nesta sexta feira (7). (Foto: Roberto Casimiro /Fotoarena/Folhapress)

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa Neymar de estupro, passou mal no fim da tarde desta sexta-feira (7) enquanto prestava depoimento na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, na região de Santo Amaro, em São Paulo.

A modelo foi encaminhada de viatura a um hospital. Ainda não há informações se Najila teria terminado o depoimento ou se terá de retornar à delegacia.

No fim da manhã, ao chegar no local, Najila desceu de uma viatura com o rosto coberto. Outros dois carros da polícia fizeram a escolta dela e do veículo do advogado Danilo Garcia de Andrade, pouco antes das 12h. Ela e o advogado não deram entrevistas.

A modelo havia sido intimada a comparecer ao local desde o último fim de semana. A delegada Juliana Lopes Bussacos tentou ouvi-la no sábado e, depois, na segunda, terça e quinta-feira.

Além da acusação de estupro, ela também foi questionada sobre o suposto crime cometido por Neymar pela divulgação de suas fotos íntimas.

Esse inquérito foi instaurado pela Polícia Civil no Rio de Janeiro. De lá, a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática enviou duas perguntas, por meio de carta precatória, para Bussacos fazer a Najila.

A primeira, se Najila confirma que as conversas expostas por Neymar foram realizadas. E a segunda, se ela autorizou a publicação ou se compartilhou as imagens e mensagens com outras pessoas ou grupos.
Desde quinta, a delegada tomou o depoimento de José Edgard da Cunha Bueno Filho, primeiro advogado que representou Najila Trindade na acusação de estupro e agressão contra o Neymar, e do médico Luiz Eduardo Rossi Campedelli, que fez um laudo médico a pedido da própria modelo.

O relatório, com fotos de hematomas na região dos glúteos de ​Najila, também foi entregue à delegada.

Bueno Filho e Campedelli não quiseram falar com a imprensa na saída da delegacia.