22 de julho de 2019

Mulher morre após consumir álcool e crack na região da Baixada, em Limeira

Vítima, de 52 anos, estava na companhia de outra mulher, quando passou mal debaixo de uma passarela na Rua Capitão Bernardes


Por Danilo Janine Publicado 27/05/2019
Reprodução Google

Uma mulher, de 52 anos, morreu na noite de domingo (26), debaixo de uma passarela na Rua Capitão Bernardes, no Centro de Limeira. Conforme consta no Boletim de Ocorrência, antes de passar mal e morrer, a vítima estava na companhia de outra mulher, de 41 anos, consumindo álcool e crack.
Ainda segundo consta no registro policial, os pms cabo Hergert e William foram acionados via Copom e, no local, encontraram a vítima já sem vida e acionaram a Polícia Civil. O investigador Sérgio Sanrromão foi até lá e em diligência pela região, encontrou a mulher que estava na companhia da vítima quando ela passou e teria buscado ajuda. Segundo ela – que não tem residência fixa –, após beberem a fumarem crack, a vítima passou mal e ela bateu em uma casa vizinha para pedir ajuda, o Samu foi acionado e o médico socorrista confirmou o óbito no local.
Após a identificação da vítima, a família foi localizada e um homem, identificado como genro da mulher, foi até o Plantão Policial e contou que a vítima era dependente química e havia voltado de Praia Grande, na Baixada Santista, onde esteva internada em uma clínica de reabilitação na sexta-feira (24).
O genro da vítima contou ainda que após voltar do litoral, a vítima não estava morando com a família e não tinha residência fixa. O enterro da vítima está marcado para as 15h desta segunda-feira (27), no Cemitério Parque, no Jardim Caieiras.