12 de novembro de 2019

Jovem é preso por torturar e fazer ex-namorada comer fezes de animais

Em áudio enviado à família, Márcio Cruz, 19 anos, diz que só não matou a menina por que a "vida dela vale menos que m***"


Por Redação Educadora Publicado 03/07/2019
Divulgação: Ministério Público do Pará
Márcio Cruz da Conceição, de 19 anos, foi preso pela Polícia Civil acusado de torturar e ameaçar a ex-namorada no dia 23 de junho, no distrito de Icoaraci, em Belém. As informações são do portal G1.

O Ministério Público do Pará (MPPA) pediu a prisão do acusado após colher o depoimento da vítima e analisar o material entregue. Foi constatado que a ex-namorada foi submetida a cinco horas de agressões. Durante a sequência de torturas, a menina foi obrigada a comer fezes de animais e ainda teve o cabelo raspado.

Segundo depoimento da vítima, ela teria recebido o convite de Márcio para almoçar na casa dele, e ele estaria inconformado com o fim do relacionamento. O jovem, então, começou as agressões com barra de ferro e depois raspou o cabelo da ex-namorada com uma navalha, cortando o rosto e o couro cabeludo. O réu ainda teria feito na testa dela a letra “M”, em alusão à inicial do seu nome.

Márcio gravou um vídeo e áudios após a tortura e encaminhou para os familiares da vítima.

Em um dos áudios, o acusado disse: “Eu só não te matei mesmo, vagabunda, por que tua vida vale menos que merda e minha liberdade, sua rata”.

Márcio Cruz foi preso e encaminhado para o Centro de Triagem Metropolitana II (CTM II), da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), em Marituba.