15 de setembro de 2019

Homem que esfaqueou Bolsonaro não será preso

Adélio Bispo de Oliveira tem uma doença mental, por isso será encaminhado para um manicômio judiciário


Por Redação Educadora Publicado 27/05/2019

Nesta segunda-feira, a 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais, confirmou que Adélio Bispo de Oliveira não será preso, pois é vítima de doença mental e, portanto, não pode ser encarcerado.

Em setembro de 2018, Oliveira esfaqueou o presidente Jair Bolsonaro, na época candidato à presidência, durante um ato de campanha eleitoral, em Juiz de de Fora.

Segundo o laudo psiquiátrico, ele é portador do Transtorno Delirante Persistente; agora, ele segue para internação em manicômio judiciário.