13 de agosto de 2020

Homem é suspeito de tentar matar a ex-namorada ao atear fogo em carro, em Pirassununga

Ele não aceitava o fim do relacionamento e esperou técnica em enfermagem sair do trabalho para cometer o crime


Por Redação Educadora Publicado 29/09/2019

Em Pirassununga, localizada a 208 km de São Paulo, um homem é suspeito de tentar matar a ex-namorada ao atear fogo no carro em que estavam na manhã deste domingo (29). De acordo com a Polícia Militar, o casal sofreu queimaduras e foi socorrido na Santa Casa da cidade. São informações do G1.

O episódio aconteceu por volta de 7h15. Segundo a PM, Elisangelo Marconis Francisco dos Santos, 41 anos, esperou Luciene Ferreira Sena, de 39, sair da Santa Casa, onde trabalha como técnica em enfermagem, e entrou no veículo.

Ela dirigiu por cerca de 100 metros, na rua Newton Prado, quando o homem ateou fogo ao carro com um coquetel molotov. Santos não aceitava o fim do relacionamento, segundo a polícia. Moradores ouviram os gritos de socorro da mulher e viram o veículo em chamas ainda em movimento.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e controlou o incêndio. Os bombeiros informaram que a mulher teve 80% do corpo queimado. Já o homem teve 60%. O estado de saúde deles não foi informado.

Tentativa de feminicídio
Antes, o dono de um supermercado e seu filho usaram extintores para tentar apagar o fogo. Uma faca foi usada para cortar o cinto de segurança e retirar a mulher do carro. Uma garrafa plástica com líquido inflamável, um isqueiro e um rojão foram apreendidos pela polícia.

O caso foi registrado na Polícia Civil como tentativa de feminicídio qualificado por meio cruel. O homem está sob escolta da PM no hospital. Ele deve ser preso quando receber alta.