17 de junho de 2019

Homem é preso por injúria racial contra guarda civil municipal, no Centro de Limeira

Ele estava na Praça Toledo Barro com andarilhos, quando ofendeu gcm


Por Danilo Janine Publicado 10/04/2019
Arte/Educadora

Um homem, de 49 anos, foi preso em flagrante na noite de terça-feira (9), após proferir injúrias raciais contra um guarda civil municipal, na Praça Toledo Barros, no Centro de Limeira.
Conforme consta no Boletim de Ocorrência, eram cerca de 10h, quando gcms pediram para o homem, que estava com andarilhos, parar de fazer tumulto na praça, ir para outro lugar e foram xingados. Os gcms voltaram a pedir para eles saírem e não foram atendidos. Eles pediram reforços e quando outros guardas chegaram, o homem chamou o gcm Elias de “Maguila”, “macaco” e “negro” de forma pejorativa.
Ele foi detido e encaminhado para o Plantão Policial, onde foi preso em flagrante por injúria racial. Como a soma das penas ultrapassava quatro anos, o delegado entendeu que não caberia fiança neste caso.