25 de agosto de 2019

Ex-noivo chora ao falar sobre blogueira morta: “Não consegui ajudar”

Em entrevista, Orlando Costa desabafou sobre o suicídio de Alinne Araújo e revelou que sua família era contra o relacionamento


Por Redação Educadora Publicado 22/07/2019

Uma semana após a blogueira Alinne Araújo cometer suicídio, o ex-noivo dela, Orlando Costa, desabafou sobre o relacionamento em entrevista ao Domingo Espetacular, exibido pela Record TV no domingo (21). Chorando, o rapaz — que decidiu terminar o noivado um dia antes do casamento — revelou ter tentado ajudar Alinne.

“Só quem julgou foram pessoas que não me conheciam. Eu ofereci médico, psicólogo, ofereci coisas que eu julgava serem boas, que ela gostava, que dizia ser o sonho dela”, contou.

 

 

“Dei todo o meu amor, todo o meu carinho. Saía de casa e dizia: ‘Qualquer coisa, liga pro mozão’. Tentei de tudo. Mas não consegui”, lamentou Orlando, ressaltando o fato de internautas o culparem pela morte dela.

“O que vou falar? Não consegui! Como posso aconselhar alguém?”, completou o rapaz. Na entrevista, ele também contou que sua família não era a favor do casamento com Alinne.

“Qual mãe, qual pai é a favor de ver um filho correndo atrás de uma mulher que falava que ia se matar? Minha mãe falava: ‘Meu filho, nunca mais te vi leve, te vi sorrindo’, porque eu sempre fui muito sorridente, brincalhão”, justificou.

A blogueira usou as redes sociais na semana passada para desabafar sobre o término do relacionamento. Em 15 de julho, algumas horas após ela se casar consigo mesma, Alinne cometeu suicídio.

No programa Encontro com Fátima Bernardes, Elizabete Araújo, mãe dela, lamentou a tragédia. “O sonho da Alinne era casar”. Após o rompimento, a jovem teria relatado à mãe que seu “mundo acabou”. “Eu falava que não, que ela era jovem”, disse Elizabete.