25 de agosto de 2019

Estuprador quebra pescoço e mata criança

O suspeito era vizinho da menina e cometeu o crime durante a madrugada, quando invadiu a casa dela


Por Redação Educadora Publicado 19/07/2019

A pequena Natalya Bianca Lima Gonçalves, de oito anos, que morreu nessa quinta-feira (18) depois de ser violentada sexualmente e asfixiada pelo vizinho, ainda teve o pescoço quebrado. O crime ocorreu no Bairro São José, em Sorriso (400 km de Cuiabá), e causou comoção na cidade.

O suspeito, de 20 anos, foi preso menos de 24 horas após o o estupro seguido de assassinato, devido a investigações da Polícia Judiciária Civil. Ele era vizinho da menina e havia cometido o crime durante a madrugada.

No momento do crime, Natalya estava sozinha em casa, a mãe, com quem ela mora, estava trabalhando e precisou deixar a criança sozinha, até seu retorno. A mãe chegou em casa e já encontrou a filha desacordada, com sinais de que havia sofrido uma convulsão, e a levou para o Hospital Regional de Sorriso, na companhia do pai.

A equipe médica realizou manobras de ressuscitação por 45 minutos, mas Natalya não retornou e o óbito foi confirmado. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), então, foi acionada.

“O hospital acionou a Politec para saber a causa da morte. O legista de imediato identificou o causa, pois ela estava o pescoço quebrado e lesões de abuso sexual”, disse o delegado André Eduardo Ribeiro, responsável pela investigação.

O laudo emitido pelo legista na manhã da quinta-feira (18) apontou que a criança foi estuprada, teve o pescoço quebrado e morreu por asfixia. A partir daí, a Polícia Judiciária Civil começou as buscas pelos suspeitos.

As contradições ditas pelo acusado e seu colega de quarto em depoimento o levaram a ser considerado o principal suspeito do caso. Por fim, ele confessou o crime. O rapaz morava nos fundos da casa da vítima.

Conforme informações da Polícia Judiciária Civil, ele contou que aproveitou que a criança estava sozinha e dormindo, a asfixiou e abusou sexualmente dela. Ele só saiu da casa quando percebeu que ela não respirava mais.

O suspeito foi preso em flagrante e irá responder pelos crimes de estupro de vulnerável e homicídio doloso.

(Com Assessoria)

 

por: O Livre