12 de novembro de 2019

Ceramista é preso pela PM após ameaçar de morte ex-companheira, em Cordeirópolis

Além das ameaças feitas por mensagens enviadas pelo Whatsapp, homem também foi até o local de trabalho da ex-mulher


Por Danilo Janine Publicado 15/06/2019
Danilo Janine

Um ceramista, de 41 anos, foi preso por policiais militares na noite de sexta-feira (14), acusado de ameaçar de morte a ex-companheira, uma motorista, de 38 anos, em Cordeirópolis. Conforme consta no Boletim de Ocorrência, os pms Carlos e Garcia estavam na base da Polícia Militar na cidade vizinha, quando, por volta das 18h30, a vítima chegou e contou que seu ex-companheiro passou o dia mandando mensagens de ameaças para ela pelo Whatsapp.

Não bastasse isso, segundo a vítima, o ceramista teria ido até seu local de trabalho e, armado, a ameaçou de morte. Os pms foram até a casa do homem, que confessou as ameaças e que possuía uma arma, mas não informou onde ela estava.

Ele foi levado ao Plantão Policial de Limeira, onde foi indiciado e preso em flagrante, já que não pagou a fiança de R$ 1.100 estipulada pelo delegado.