21 de novembro de 2019

Aposentada perde R$ 58 mil em novo golpe do caixa eletrônico, em Limeira

Filha da vítima, que cuida da movimentação financeira da mãe, contou à polícia que o valor foi transferido da conta da aposentada


Por Danilo Janine Publicado 20/07/2019
Danilo Janine

Uma aposentada, de 87 anos, moradora de Cordeirópolis, teve R$ 58 mil transferidos de sua poupança no banco de forma irregular, após sua filha ter caído em um novo golpe em um caixa eletrônico, no Centro de Limeira.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência, devido a idade da mãe e por ela ser cadeirante, a filha cuida de toda sua movimentação financeira e na sexta-feira (19) ela foi até um caixa eletrônico em uma agência bancária, no Centro de Limeira, onde sacou R$ 1.000. Quando estava saindo, foi abordada por um homem, que disse que um papel tinha saído do caixa e que ela deveria voltar lá.

No caixa, o suposto golpista falou que era melhor a mulher clicar em finalizar operação para que não fosse cobrado uma taxa extra pelo banco. A filha da aposentada conta que teria apenas apertado o botão e que, em nenhum momento teria dito ou digitado a senha e que o cartão do banco ficou em seu poder todo o momento.

Ela foi embora, mas como estava desconfiada, resolveu voltar ao banco e tirar um extrato, que confirmou a transferência. Em contato com o banco, ela foi orientada e registrar um Boletim de Ocorrência.

OUTRO CASO

Outro caso muito parecido também foi registrado no Plantão Policial. O golpe teria ocorrido na quinta-feira (18) pela manhã, mas só foi informado à polícia na sexta-feira (19) à noite. Nele, um aposentado, de 60 anos, foi ao caixa eletrônico de um supermercado, na região do Jardim Nossa Senhora do Amparo, em Limeira, e sacou R$ 50 com o cartão da filha.

Quando estava saindo, ele foi abordado por um desconhecido, que contou a mesma história da primeira ocorrência. Mais tarde, quando voltou para casa, a filha tirou um extrato e viu que alguém tinha feito uma compra no valor de R$ 2.019,14. Nesta hora, ela percebeu que haviam trocado seu cartão e que seu pai estava com o cartão de uma pessoa desconhecida.

Ela entrou em contato com o banco, bloqueou o cartão e também foi orientada a procurar a polícia para registrar a ocorrência.