19 de novembro de 2019

Após discussão, ajudante de motorista acusa companheira de mordê-lo, em Limeira

Polícia Militar foi até o local e, segundo consta no Boletim de Ocorrência, mulher aparentava estar embriagada


Por Danilo Janine Publicado 27/06/2019
Danilo Janine

Um ajudante de motorista, de 42 anos, acusa a companheira, de 37 anos, de morder seu braço no final da noite de quarta-feira (26), após uma discussão, na Vila Queiroz, em Limeira. Conforme consta no Boletim de Ocorrência, os policiais militares Castelli e Campi foram acionados a atender uma ocorrência de briga de casal.

No local, os pms viram que a mulher aparentava estar embriagada. Em contato com o ajudante de motorista, eles apuraram que após uma discussão, ela acabou mordendo o braço dele. Como o casal tem três filhos menores, de 11 meses, 3 e 5 anos, o Conselho Tutelar foi acionado e levou as crianças para a casa da irmã da mulher. Após o registro da ocorrência, o casal foi liberado.