16 de setembro de 2019

Alterado, montador que teria misturado remédios com álcool, briga com a família, fica pelado na frente de vizinhos e é levado ao Hospital Humanitária, em Limeira

Homem, morador da Via Guilherme Dibbern, também teria ameaçado se suicidar após a confusão


Por Danilo Janine Publicado 22/08/2019
Danilo Janine

Um montador, de 46 anos, precisou ser encaminhado ao Hospital Humanitária após brigar com a família, ficar pelado em frente aos vizinhos e até ameaçar se matar, depois de chegar embriagado em casa no final da tarde de quarta-feira (21). O homem, que enfrenta um quadro de depressão, também teria misturado remédios com bebida alcoólica, segundo relatou a mulher dele no Plantão Policial.

Conforme consta no Boletim de Ocorrência, a dona de casa, de 43 anos, é casada com o montador há mais de 25 anos e teve com ele quatro filhos – dois maiores e outros dois de 11 e 14 anos. Ela conta que no final da tarde de quarta-feira ele chegou em casa “totalmente embriagado” e exigiu a chave do carro, o que foi negado pela mulher. Após isso, eles começaram a discutir, ele tentou agredir a ela e uma filha do casal, de 14 anos, e danificou o carro.

Os vizinhos ouviram a confusão e foram até lá apartar a briga. Após ser contido por eles, o montador ameaçou se suicidar e tirou toda a roupa. O Samu precisou ser acionado e encaminhou o homem até o Hospital Humanitária, onde ele ficou internado.

Novamente segundo relatos da dona de casa no registrou policial, em dezembro do ano passado, o montador sofreu um acidente de trabalho e precisou amputar a perna esquerda. Após isso, entrou em depressão e teria passado a misturar bebida alcoólica com medicamentos.

Ainda na delegacia, a dona de casa disse temer por sua integridade e da família, afirmou que pretende representar contra o marido e que requer medidas protetivas para que ele não se aproxime dela e da família.