30 de setembro de 2020

Advogado aparece de calcinha pedindo cigarro em condomínio em Limeira

Mulher foi abordada na porta de casa; ele responderá por ato obsceno


Por Carlos Gomide Publicado 10/12/2019
Foto: Carlos Gomide

Um advogado e professor universitário, de 41 anos, foi detido durante a noite desta segunda-feira (9), após se exibir a uma moça, de 23 anos, na frente da casa dela, no Residencial Olindo de Lucca, na região do Jardim Olga Veroni, em Limeira. Segundo relato da vítima aos policiais militares que atenderam o pedido de socorro dela, o advogado, que apresentava sinais de embriaguez e de estar sob o efeito de entorpecentes, a abordou na porta da casa, pedindo-lhe um cigarro.

Quando ela virou para ver com quem conversava foi surpreendido com ele usando apenas uma calcinha e exibindo seu órgão genital. Ela gritou por socorro, o que chamou a atenção do marido dela e de outras pessoas.

O advogado chegou a ser agredido por populares e caiu com o carro em um barranco na tentativa de fuga. Em seguida, a PM chegou e o deteve, tentando escapar para o meio de uma área verde. Na delegacia, ele apresentou a identidade funcional de advogado e de professor de direito. O delegado ainda tentou conversar com o homem, que, a todo momento, falava coisas desconexas. Ele passou pelo médico e cedeu sangue para exame químico toxicológico.

Um Boletim de Ocorrência de ato obsceno e de embriaguez ao volante foi registrado e o advogado liberado. O carro que ele conduzia também foi liberado após análise dos documentos.