16 de setembro de 2019

Vice-presidente da Assembleia Nacional, aliado de Guaidó é preso na Venezuela

Vice-presidente da Assembleia Nacional, Edgar Zambrano, foi detido pelo serviço de inteligência


Por Estadão Conteúdo Publicado 09/05/2019

Autoridades da Venezuela prenderam um importante político oposicionista na quarta-feira, no momento em que o presidente Nicolás Maduro se volta contra críticos após a oposição fracassar na tentativa de garantir um levante militar. Vice-presidente da Assembleia Nacional, Edgar Zambrano, foi detido pelo serviço de inteligência, o Sebin.

Zambrano foi levado à prisão Helicoide, em Caracas, dias após um promotor apresentar acusações contra ele, entre elas traição, conspiração e insurreição. Os Estados Unidos e governos latino-americanos pediram a imediata liberação. “se ele não for libertado imediatamente, haverá consequências”, ameaçou a secretária-assistente de Estado para o Hemisfério Ocidental dos EUA, Kimberly Breier.

O presidente da Assembleia Nacional é Juan Guaidó, autointitulado presidente do país e que foi reconhecido pelos EUA e por mais 50 nações. O presidente Nicolás Maduro, porém, continua com o comando das Forças Armadas e do país. Nos últimos meses, cerca de dez auxiliares de Guaidó foram detidos. Ele qualificou a prisão de Zambrano como um sequestro e disse que isso não impedirá a pressão dos oposicionistas para restaurar a democracia. Fonte: Dow Jones Newswires