20 de novembro de 2019

Menino é encontrado acorrentado pelo pai como forma de “educá-lo”

Segundo relatos dos policiais, a criança, de 6 anos, estava de joelhos, presa à porta de casa e apresentava hematomas pelo corpo


Por Redação Educadora Publicado 01/07/2019

Autoridades ucranianas encontraram um menino de 6 anos acorrentado a porta de uma residência localizada na vila de Aidar-Mykolaivka, região da cidade de Luhansk. Segundo os policiais, a criança foi presa pelo próprio pai como forma de “educá-la”.

De acordo com o jornal inglês Mirror, os agentes ficaram chocados com o cenário que encontraram e chegaram a apelidar a residência de “casa dos horrores”. Ao ser detido, o pai admitiu que batia e torturava o menino com “fins educativos”.

Abuso infantil e tortura
Quando os policiais chegaram ao local, a criança estava de joelhos, acorrentada a uma porta e apresentava hematomas pelo corpo. A madrasta do garoto, de 27 anos, e o pai foram detidos. Ambos responderão pelos crimes de abuso infantil e tortura.

Segundo a reportagem, o menino já havia sido retirado dos pais. Contudo, quando o pai reconstruiu a vida com outra mulher, as autoridades decidiram entregá-lo novamente ao cuidado do progenitor.