20 de junho de 2019

Médico mata, desmembra e cozinha partes do corpo de mulher trans

Os dois saíram para um encontro, antes de iram para a casa de Nina


Por Estadão Conteúdo Publicado 25/04/2019
Reprodução

Um médico russo matou, desmembrou e “cozinhou” as partes do corpo de uma mulher transsexual, na cidade de Kursk, na Rússia. Mikhail Tikhonov, de 27 anos, confessou o crime aos policiais, segundo informou o portal Daily Mail. A vítima, com quem o médico tinha se encontrado antes ser morta, foi identificada como Nina Surgutskaya, de 25 anos.

Os dois saíram para um encontro, antes de iram para a casa de Nina. No momento em que mantinham a relação sexual, Tikhonov percebeu que a mulher havia passado por uma cirurgia de mudança de sexo. Ele, em seguida, estrangulou a jovem na própria cama onde ambos estavam.

Posteriormente, ainda segundo o Daily Mail, numa tentativa de esconder o assassinato, ele desmembrou partes do corpo da moça: cortou os órgãos internos em partes menores, antes de jogar no vaso sanitário.