17 de outubro de 2019

Garota de 10 anos morre após contrair ameba que ‘come o cérebro’

O micro-organismo teria entrado no corpo da americana enquanto ela nadava em um lago no Texas


Por Redação Educadora Publicado 18/09/2019

Vítima de uma grave infecção causada pela ameba Naegleria fowleri, conhecida por se alimentar de células do cérebro, a americana Lily Mae Avant, 10 anos, faleceu na última segunda-feira (16). A principal suspeita da família e dos médicos é que a garota tenha adquirido a ameba depois de nadar em um lago no Texas, Estados Unidos.

Dias depois do passeio, a menina começou a sentir dor de cabeça, que aumentou gradualmente, teve febre, pesadelos e começou a se comportar de forma incoerente, segundo os pais. Lily foi tratada para virose, mas os sintomas não desapareceram.

A garota foi submetida a uma ressonância magnética, que identificou uma infecção no cérebro e os médicos suspeitaram de meningite viral ou bacteriana. Só depois de uma punção na medula óssea é que foi identificada a ameba causadora dos sintomas.

A Naegleria fowleri vive em água morna e se alimenta de bactérias presentes nesse tipo de ambiente. Ela geralmente entra no corpo humano pelo nariz, chega ao cérebro e, quando não encontra alimento, ataca as células do órgão. Esse tipo de infecção é rara, mas muito agressiva.