10 de dezembro de 2019

EUA estão preocupados com impacto de incêndios na Amazônia

Líderes europeus, como o presidente da França, Emmanuel Macron, planejam discutir o tema no G-7, grupo das nações mais ricas formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido


Por Estadão Conteúdo Publicado 23/08/2019
Divulgação

O governo dos Estados Unidos está “preocupado” com as queimadas na Amazônia. Uma fonte do alto escalão do governo afirmou que o país “está preocupado com o impacto dos incêndios na Floresta Amazônica nas comunidades, na biodiversidade e nos recursos naturais do Brasil e da região”.

Até o momento, não há nota oficial dos americanos sobre o assunto.

O posicionamento do governo Donald Trump era aguardado, depois de outras nações já terem emitido notas em sinal de preocupação com o tema. Desde que tomou posse, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) tem feito um movimento de aproximação com o presidente americano.

Líderes europeus, como o presidente da França, Emmanuel Macron, planejam discutir o tema no G-7, grupo das nações mais ricas formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Questionada, a Casa Branca ainda não se respondeu se Trump está disposto a debater o assunto com os europeus neste fim de semana, na França.

Trump tem se mantido em lado oposto aos europeus no debate sobre a proteção ambiental.

Ele retirou os Estados Unidos do Acordo de Paris e, em junho, durante o G-20, mais uma vez se manteve isolado diante da renovação de compromisso dos demais países em tomar medidas para conter a mudança climática.