18 de setembro de 2019

Bombeiro atende chamado e descobre que filha morreu em acidente

A estudante Maria Elena Cruz de 16 anos estava em uma pista paralela e acabou sendo atingida pela colisão


Por Redação Educadora Publicado 10/09/2019

O acidente de carro provocado pela cantora country Kylie Rae Harris, morta no colisão, foi bem mais trágica do que os bombeiros poderiam imaginar. Pedro Cruz, subchefe do Corpo de Bombeiros de San Cristobal, nos Estados Unidos, foi o primeiro a chegar na cena da colisão. O que ele não sabia era que a sua filha estava na cena do acidente e também perdeu a vida.

Maria Elena Cruz tinha 16 anos e estava na pista paralela da estrada quando foi atingida pelo veículo da artista. Três automóveis se envolveram na batida, que ocorreu nessa segunda-feira (09), na cidade de Taos, no Novo México.

A estudante morreu no momento da colisão, de acordo com os bombeiros que atenderam a ocorrência. O veículo da cantora bateu de frente com o jipe de Maria Elena, que estava do outro lado da pista.

De acordo com afiliada da rede CBS no Texas, a polícia acredita que Kylie teria consumido álcool e drogas e dirigia acima da velocidade. Os resultados dos exames toxicológicos ainda não foram divulgados. A cantora estava a caminho de um show que faria na cidade de Taos.