22 de fevereiro de 2020

Ativista sueca Greta Thunberg viaja no chão de trem lotado na Alemanha

A ativista reclamou da lotação e dos serviços da empresa ferroviária que rebateu dizendo que ela tinha um bilhete de primeira classe em um trecho da viagem


Por Folhapress Publicado 16/12/2019

A ativista Greta Thunberg e a companhia ferroviária alemã Deutsche Bahn (DB) geraram alvoroço no Twitter neste domingo (15) após uma troca de mensagens. Tudo começou com uma foto postada pela jovem sueca em que ela aparece viajando sentada no chão de um trem.

“Viajando em trens superlotados pela Alemanha. E estou finalmente a caminho de casa!”, escreveu ela na legenda da imagem, que a mostra cercada de malas e mochilas. Greta está voltando para a Suécia após meses participando de eventos climáticos ao redor do mundo.

A foto, que publicada na noite de sábado (14), gerou uma série de comentários na internet sobre o desempenho da empresa alemã, que já foi conhecida pela pontualidade, mas nos últimos anos tem sido criticada por atrasos, cancelamentos de última hora e o alto preço das passagens.

Neste domingo, a empresa DB reagiu à postagem sugerindo que Greta não passou a viagem inteira sentada no chão. A jovem de 16 anos respondeu, afirmando que de fato ela conseguiu um assento mais tarde e que trens superlotados são, na verdade, uma coisa boa.

***

*Com informações de DW