02 de julho de 2020

Taxa de ocupação de leitos de UTI em Limeira chega a 65%

Apenas na Unidade de Referência Coronavírus (URC), anexa à Humanitária, subiu para 56,4% a ocupação de leitos nesta quinta-feira (4)


Por Renata Reis Publicado 04/06/2020
Foto: Maria Fernanda/Urgência e Emergência da Secretaria da Saúde de Limeira

Em entrevista coletiva on-line concedida na tarde desta quinta-feira (4) pela Prefeitura de Limeira, o diretor de Vigilância em Saúde, Alexandre Ferrari, informou que a taxa de ocupação de leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) na cidade chega a 65%.

Quantos aos leitos clínicos, onde ficam pacientes com o quadro de saúde menos crítico que os que necessitam de UTI, a ocupação é de 78%. Ferrari alertou para o aumento no número de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG). É um quadro gripal com sintomas fortes e que pode ser provocado por diversas doenças, especialmente neste período do ano em que as patologias respiratórias são mais comuns. Neste ano, no entanto, há a agravante do coronavírus.

Nesta quinta foram atualizados os casos positivos da doença e o número oficial chega a 278. No dia anterior eram 260. Óbitos confirmados pela doença na cidade são 13.

UNIDADE DE REFERÊNCIA

O balanço aponta que a taxa de ocupação na Unidade de Referência Coronavírus (URC) subiu para 56,4% nesta quinta-feira – ontem, era 45,5%. Ao todo, são 31 pessoas internadas no local, oito delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Dez pessoas hospitalizadas na URC tiveram resultado positivo para a doença.