05 de julho de 2020

Sinecol e Sicomércio recomendam fechamento de supermercados aos domingos

Em nota, as representações recomendam também outras medidas


Por Redação Educadora Publicado 28/03/2020
Divulgação

Em ofício conjunto, com data do dia 27 de março, o Sinecol, sindicato que representa os empregados, e o Sicomércio, representante patronal, recomendam o fechamento de supermercados aos domingos como ação de prevenção e combate ao coronavírus. Além disso, as entidades defendem a não propagação de horários diferenciados para o atendimento de idosos.

A recomendação foi dada após audiência via videoconferência com o Ministério Público do Trabalho de Campinas. Em nota, as representações recomendam também outras medidas. Confira a nota na íntegra:

O Sinecol, representante dos empregados, e o Sicomércio, sindicato patronal, se uniram em ofício datado de 27 de março de 2020, após participarem de uma audiência via videoconferência com a intermediação do MP,  Ministério Público do Trabalho de Campinas,  recomendando aos supermercados de Limeira ações de prevenção e combate ao Corona Vírus, visando preservar proprietários, clientes, fornecedores e colaboradores das empresas, principalmente os mais vulneráveis. A íntegra do documento pode ser acessada no site www.sinecol.com.br. Os principais tópicos são os seguintes:

1 – Concessão de férias remuneradas (ainda que antecipadas) aos colaboradores mais vulneráveis, priorizando maiores de 60 anos, portadores de doenças respiratórias, crônicas e demais pessoas do grupo de risco, mães de menores e gestantes.

2 -Distribuição, aos colaboradores que permanecerão trabalhando no atendimento ao público, de máscaras protetoras e álcool em gel, além da colocação de uma proteção de vidro ou acrílico para os caixas.

3 – |Não propagação de atendimento a idosos em horários diferenciados.

4 – Limitar e controlar o acesso de clientes, de forma a evitar aglomerações desnecessárias.

5 -Não abertura dos supermercados aos domingos, considerando o Decreto Municipal 128/2020, que suspendeu o transporte coletivo municipal. Na impossibilidade de fechamento, a empresa deverá disponibilizar condução aos seus colaboradores, zelando para que não haja aglomeração de pessoas dentro do veículo cedido.

As entidades lembram ainda a necessidade de se cumprir e disseminar medidas essenciais e sobejamente conhecidas como a higienização das mãos e de objetos e superfícies tocados com frequência, além dos cuidados na hora de espirrar ou tossir e do distanciamento necessário no contato com outras pessoas. Finalizando, o Sinecol e o Sicomercio recomendam aos supermercados que zelem pelo bem estar e saúde de seus colaboradores, evitando eventuais denúncias por omissão, junto aos órgãos competentes.