03 de junho de 2020

Santa Casa de Limeira recebe doação de R$ 1 milhão para combater coronavírus

Doação foi feita pelo empresário João Guilherme Ometto, por meio do Instituto João e Belinha Ometto, para compra de equipamentos essenciais


Por Renata Reis Publicado 22/03/2020
Fonte: Divulgação/Santa Casa

A Santa Casa de Limeira recebeu uma doação que ajudará a tratar e salvar vidas de pessoas que forem comprometidas com o novo coronavírus e necessitarem de internação. A doação de R$ 1 milhão foi feita pelo empresário João Guilherme Ometto por meio do Instituto João e Belinha Ometto.

A doação ao hospital que atende milhares todos os dias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é para a compra de equipamentos de suporte de vida, como ventiladores pulmonares e monitores multiparâmetros, necessários para os casos graves de coronavírus, o Covid-19.

O provedor da Santa Casa, José Roberto Piccinin, informou, por meio de nota, que a compra dos equipamentos já foi realizada. “Os equipamentos serão um importante suporte para aumento de leitos de UTI [Unidade de Tratamento Intensivo], assim como outros equipamentos que serão necessários, conforme análise do time técnico da instituição”.

Piccinin conta que mantém contato com outros parceiros para captar o que for possível para o atendimento rápido e eficiente das pessoas que necessitarem. Ele reforçou a importância da população seguir as orientações das autoridades, respeitarem o isolamento social para impedir a transmissão em massa e evitar que um grande número de pessoas fiquem doente ao mesmo tempo.

Aos que atuam em atividades essenciais, o pedido é para que tomem todos os cuidados preconizados.

A DOENÇA

Autoridades explicam com frequência que em aproximadamente 80% das pessoas que contraem o coronavírus, são assintomáticos ou se manifestam como resfriados leves. Vinte por cento dos infectados precisarão de cuidados médicos e, destes, a estimativa é que 5% serão situações preocupantes.

O problema é que todos podem ser vetores da doença. Este é o ponto para o isolamento social, para impedir que os grupos de risco tenham a vida comprometida.

Neste sábado (21), o governador João Dória determinou quarentena a partir de terça (24) em todos os municípios do Estado de São Paulo por 15 dias.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, projetou que, se não forem respeitadas as recomendações e as transmissões continuarem, o sistema de saúde entra em colapso. O prefeito Mario Botion falou na última coletiva de imprensa que é possível que em 30 e 40 dias, a cidade viva o auge do doença. Por isso, todas as medidas severas de suspensão de atividades não essenciais.

Em Limeira, último balanço divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde mostra que 17 pessoas aguardam resultados de exames para confirmar ou não coronavírus. Há internação de paciente grave, com indicação positiva de infecção por vírus, mas é preciso aguardar resultado de exame oficial do Instituto Adolfo Lutz. É possível que nesta segunda-feira (23) as informações sejam atualizadas na cidade.