21 de outubro de 2020

Presídios paulistas registram aumento na apreensão de K4, droga sintética similar à maconha

Limeira tem registrado quatro apreensões da droga, duas em 2019 e duas em 2020


Por Redação Educadora Publicado 16/10/2020
Foto: Divulgação/Secretaria de Administração Penitenciária

Com as visitas presenciais suspensas por conta da pandemia de covid-19, o número de apreensões de drogas nos presídios da Região Central do Estado de São Paulo diminuiu. No entanto, houve um aumento na apreensão de uma nova droga, conhecida como K4, uma espécie de maconha sintética produzida em laboratório

Por ser líquido, o entorpecente é mais fácil de ser traficado para dentro dos presídios, já que ele pode ser borrifado em pequenos pedaços de papel que são escondidos dentro de objetos, como maços de cigarro, embalagens de bolos industrializados e abas de bonés. Confira na reportagem de Mayta Castilho e Carlos Gomide.