22 de setembro de 2019

Orçamento 2020 de Limeira deve chegar a R$ 1,199 bilhão

LDO foi enviada pelo Executivo de Limeira à Câmara Municipal; verbas para o viaduto estão previstas


Por Nani Camargo Publicado 06/05/2019
Divulgação

O Executivo de Limeira enviou à Câmara Municipal o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e para 2020, último ano do mandato do prefeito Mario Botion (PSD), a previsão é que orçamento da cidade seja de R$ 1,199 bilhão. O total corresponde a 3,45% a mais que o previsto para este ano, que é de R$ R$ 1,159 bilhão. Na LDO 2020 consta parte da verba obtida via financiamento com a Caixa Econômica Federal para obras do viaduto da Barroca Funda.

O projeto traz uma prévia do orçamento de 2020 de Limeira. A LOA (Lei Orçamentária Anual) chega ao Legislativo só em setembro. As receitas que abrangem o total previsto para o próximo ano são: Prefeitura (R$ 1,012 bilhão), Emdel (R$ 3,957 milhões), Ceprosom (R$ 4,300 milhões) e Instituto de Previdência, IPML (177,834 milhões).

A LDO ainda prevê R$ 11 milhões em recursos que serão destinados a atender emendas de vereadores. Desse total, metade do valor deverá ser revertido em emendas para a área da saúde e restante fica a critério de cada vereador para determinadas áreas da administração.

Em relação a arrecadação de impostos, as previsões são: IPVA (R$ 63,360 milhões); Fundo de Participação dos Municípios (R$ 75,874 mi), ISSQN (R$ 115,104 mi), IPTU (R$ 138,230 mi) e ICMS (R$ 253,440 mi).

As secretarias com orçamentos mais “gordos”, conforme determina a lei, são da Educação e Saúde, com R$ 266,322 milhões e R$ 235,261 milhões, respectivamente.

Já a pasta de Obras e Serviços Públicos tem previstos para 2020 R$ 137,015 milhões – este ano, a secretaria administra o total de R$ 115 milhões. O aumento se deve à verba do Finisa que será revertida para a construção do viaduto. Parte desse financiamento já constou no orçamento previsto para este ano. Serão financiados R$ 65 milhões para a realização da obra.