12 de julho de 2020

Manifestação em Limeira é legítima, mas PM está autorizada a agir, afirma prefeito

Mario Botion diz que carreata é permitida, desde que condutores permaneçam nos veículos e as normas da quarentena sejam respeitadas


Por Thayla Ramos Publicado 27/03/2020
Foto: Reprodução

Em coletiva à imprensa na tarde desta sexta-feira (27), o prefeito Mario Botion falou sobre a carreata que ocorrerá amanhã em Limeira a favor da reabertura geral do comércio, indústria e serviços no município. Botion afirmou que a manifestação é legítima e que uma flexibilização para estes estabelecimentos é ‘possível e necessária’ após o fim do decreto de quarentena em todo do Estado de São Paulo, que termina em 7 de abril.

O prefeito ressaltou, porém, que as normas da quarentena devem ser respeitadas. O secretário de Assuntos Jurídicos, Daniel de Campos, também informou que não há problemas na carreata, desde que os condutores permaneçam dentro dos veículos. “Não há objeção legal ao evento, desde que os motoristas não desçam dos carros e haja aglomeração de pessoas. Se houver desrespeito às regras ou formação de passeata, a Polícia Militar está autorizada a agir”, afirmou.  

Como a Educadora informou, o grupo de limeirenses é liderado por Eduardo Lopes. O movimento, que terá também a participação de motoristas do Uber, taxistas e motoboys, começará neste sábado (28), às 10h da manhã, na frente do Limeirão. O percurso ainda será definido.

Segundo o organizador, a orientação é fazer o protesto de forma segura, com os condutores dentro dos carros e utilização de máscaras. “A primeira orientação é: fiquem dentro dos carros. Se alguém descer dos veículos, teremos auxílio da Polícia Militar”, disse Lopes. Cada manifestante também é orientado a levar seu próprio álcool em gel para higienização das mãos. “Precisamos trabalhar e estamos prontos para isso”, diz.

Assista como será a carreata: