20 de novembro de 2019

Licitação para contrato emergencial do transporte coletivo de Limeira é suspensa

Anúncio da nova empresa vencedora aconteceria nesta quarta (17). Quatro representações foram protocoladas no Tribunal de Contas do Estado.


Por Redação Educadora Publicado 16/07/2019

A um dia da abertura dos envelopes das empresas interessadas no Edital para contratação emergencial de empresa especializada para prestação e exploração dos serviços do sistema de transporte público coletivo de passageiros do município de Limeira, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) suspendeu o certame. No próprio site da prefeitura, o status da licitação já consta como “supenso”.

Quatro representações foram protocoladas no Tribunal de Contas questionando itens técnicos do Edital. O conselheiro Sidney Estanislau Beraldo suspendeu temporariamente o certamente para que sejam esclarecidas todos os questionamentos apontados pelos representantes.

HISTÓRICO

O prefeito Mario Botion anunciou no final de junho, em entrevista coletiva, que a Prefeitura de Limeira que faria contratação em caráter emergencial de uma nova empresa para atuar no transporte coletivo de Limeira. Com a medida, o processo de intervenção no serviço antes operado pela Viação Limeirense se encerraria. “Trouxemos a intervenção no limite para garantir que o serviço continuasse sendo prestado”. explica o prefeito. “Agora, temos que sair dela sob risco de colapso no serviço”, concluiu.

A contratação em caráter emergencial de uma nova empresa seria concluída em um prazo de 90 a 100 dias, segundo informou o prefeito e o corpo jurídico da Prefeitura.