29 de outubro de 2020

Fiscalização flagra posto que ‘furtava’ combustível de consumidor em Limeira

Na ação, os fiscais do Ipem constataram uma diferença entre o volume de combustível que a bomba registrava e o que entrava no tanque dos veículos


Por Carlos Gomide Publicado 22/09/2020
Foto: Divulgação/Ipem

Uma fiscalização do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) de São Paulo flagrou um posto de combustíveis na região central de Limeira que “furtava” combustível dos consumidores. A informação foi divulgada no site da autarquia federal. Na ação, os fiscais constataram uma diferença entre o volume de combustível que a bomba registrava e o que entrava no tanque dos veículos.

Segundo o Ipem, a cada 20 litros, o posto deixava de entregar cerca de 1,2 litro. Além disso, foi constatado a “violação do plano de selagem e corpo estranho na bomba”. A fiscalização contou com a participação do delegado do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

O estabelecimento teria o prazo de 10 dias para apresentar sua defesa. A multa pode chegar a R$ 1,5 milhões. A assessoria de imprensa do Ipem foi contatada pela Educadora, mas até a publicação desta reportagem não havia respondido os questionamentos.