20 de novembro de 2019

Em Brasília, Botion e Miguel Lombardi discutem posse definitiva do Horto Florestal de Limeira

“A gestão que temos feito é a busca para resolver essa questão histórica e isso está prestes a ocorrer, a partir dessas tratativas em Brasília", diz prefeito de Limeira


Por Estadão Conteúdo Publicado 04/07/2019
Divulgação

O prefeito de Limeira Mario Botion (PSD) e o deputado federal Miguel Lombardi (PR) se reuniram ontem (3) com o presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), general João Carlos de Jesus Corrêa, em Brasília, pela segunda vez. O objetivo foi dar continuidade às discussões quanto à posse do Horto Florestal de Limeira. Participaram da reunião o secretário de Assuntos Jurídicos, Daniel de Campos, o diretor de Desenvolvimento de Projetos e Assentamento, coronel Dougmar das Mercês, e o diretor de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamentos, coronel Reginaldo Ramos Machado, que estará em Limeira na próxima quarta-feira (10) para continuar as tratativas.
A reunião acontecerá na Prefeitura e contará com a presença do superintendente Regional do Incra, Edson Alves Fernandes. Durante a reunião, será discutido um planejamento em perspectiva para o encaminhamento de uma solução definitiva quanto à posse do horto. “A gestão que temos feito é a busca para resolver essa questão histórica e isso está prestes a ocorrer, a partir dessas tratativas em Brasília, onde fechamos uma agenda com o presidente do Incra, que já determinou a continuidade das providências por meio dessa reunião em Limeira para resolver a questão com maior agilidade”, observou o prefeito Mario Botion.
O deputado federal Miguel Lombardi afirmou que essa união de esforços é fundamental para a solução definitiva dessa demanda. “Limeira já deu sua contribuição no acolhimento das famílias que já estão assentadas. Agora, precisamos focar no desenvolvimento estratégico daquela área, visando a geração de novos negócios e empregos para nossa gente”, destacou o deputado.

Segundo o chefe do Executivo, o horto possui diversos aspectos relevantes, entre eles, o aterro sanitário, que é uma questão fundamental para a saúde pública e, por isso, a administração demonstra, desde o início da gestão, preocupação em resolver esse impasse. “Trata-se de uma área estratégica para a nossa cidade. O horto pertence ao povo de Limeira e, certamente, em nossa administração, conseguiremos garantir essa posse ao nosso município”, afirmou o prefeito.