23 de agosto de 2019

Dom Vilson ainda pode atuar em trabalhos pastorais, afirma Diocese de Limeira

Após o Papa Francisco aceitar o pedido de renúncia, Dom Vilson Dias de Oliveira tornou-se bispo emérito


Por Thayla Ramos Publicado 13/08/2019
Vilson Dias de Oliveira é investigado por extorsão e enriquecimento ilícito além de encobertar supostos casos de abuso sexual – Foto: Reprodução

A Diocese de Limeira se manifestou sobre as informações de que o bispo dom Vilson Dias de Oliveira, que durante muitos anos comandou a Diocese de Limeira, estaria atuando na cidade de Sertaneja, no Paraná. O religioso renunciou ao cargo em maio deste ano, após ser investigado em inquéritos da Polícia Civil por suposta prática de extorsões contra padres e de enriquecimento ilícito. Ele também é alvo de investigação da polícia e da Igreja por suposto acobertamento de abusos sexuais que teriam sido cometidos por um padre.

Segundo a Diocese, após o Papa Francisco aceitar o pedido de renúncia, em 17 de maio, Dom Vilson Dias de Oliveira tornou-se bispo emérito e ainda pode exercer trabalhos pastorais em todo território nacional, desde que seja convidado. “Um bispo emérito não deixa de ser bispo. É como se fosse um ‘bispo aposentado’, que faz parte do episcopado e é autorizado pela Igreja a realizar funções clericais”, explicou a nota enviada pela assessoria de imprensa.

Como noticiou a Educadora, várias fotos, supostamente publicadas nas redes sociais de dom Vilson, mostram o bispo acompanhado de outros religiosos de Sertaneja (PR), onde ele estaria atuando. As imagens causaram revolta nas redes sociais. A reportagem entrou em contato com a Diocese de Limeira, que ainda não confirmou a informação, mas irá se manifestar em breve por meio de nota oficial.

Veja na íntegra a nota oficial enviada pela Diocese de Limeira:

Nota à imprensa

No Dia 17 de maio do corrente ano, após o Papa Francisco aceitar o pedido de renúncia, Dom Vilson Dias de Oliveira tornou-se bispo emérito.

Como bispo emérito, Dom Vilson não tem a responsabilidade de governar uma diocese, mas continua podendo celebrar missas, casamentos, batizados e também colaborar em trabalhos pastorais em todo território nacional, desde que seja convidado.

Um bispo emérito não deixa de ser bispo. É como se fosse um ‘bispo aposentado’, que faz parte do episcopado e é autorizado pela Igreja a realizar funções clericais.

Assessoria de Imprensa
Diocese de Limeira