20 de novembro de 2019

Diocese de Limeira se manifesta sobre reportagem da Veja, que aborda escândalos de religiosos da cidade

Confira a nota na íntegra, em que a Diocese pontua cada um dos casos investigados.


Por Ana Paula Rosa Publicado 15/07/2019

“Livrai-nos do mal”. Com este título e a imagem do padre Pedro Leandro Ricardo, que foi afastado da Basílica Santo Antônio de Pádua no início ano, a Revista Veja destacou os escândalos envolvendo figuras da igreja católica em Limeira e região. A revista, que chegou às bancas neste sábado (13), não trata apenas de casos de pedofilia que contaram com a conveniência de autoridades religiosas.

Veja a nota completa:

Em relação às denúncias contra o padre Pedro Leandro Ricardo, padre Felipe de Moraes Negro e padre Carlos Alberto da Rocha,  apresentadas em matéria da Revista Veja, desta sexta-feira,
12 de julho, a Diocese de Limeira esclarece o que segue:

1) Padre Pedro Leandro Ricardo encontra-se suspenso de Ordem desde o dia 27 de janeiro, por meio do Decreto de Suspensão de Ordens (AD CAUTELAM), estando o referido religioso temporariamente afastado da função de reitor e pároco da Basílica Santo Antônio de Pádua, de Americana, até que todas as denúncias sejam esclarecidas, conforme observância do Código de Direito Canônico;

2) Padre Felipe de Moraes Negro encontra-se suspenso de Ordem desde o dia 31 de maio, por meio do Decreto de Suspensão de Ordens (AD CAUTELAM), estando o referido religioso temporariamente afastado da função de pároco da paróquia Santa Isabel de Portugal, de Limeira, até que todas as denúncias sejam esclarecidas, conforme observância do Código de Direito Canônico;

3) Não existe nenhuma denúncia formal contra o padre Carlos Alberto da Rocha na Diocese de Limeira. Porém, as denúncias também estão sendo apuradas, conforme observância do Código de Direito Canônico;

4) As apurações seguem em curso Sob Sigilo Canônico;

5) Dom Vilson renunciou o cargo de bispo diocesano, no dia 17 de maio do corrente ano, ficando, assim, como bispo emérito.
Em fevereiro deste ano, foi enviado à Diocese de Limeira, representante do Vaticano, Dom João Inácio Miller, arcebispo de Campinas, para apurar denúncias contra Dom Vilson, que está à disposição do Vaticano.

Ainda segundo a nota, por fim, a Diocese de Limeira ratifica seu empenho em esclarecer todas as denúncias.