12 de novembro de 2019

Dia D terá quatro pontos de vacinação neste sábado em Limeira

Cidade tem 25 casos de sarampo confirmados


Por Redação Educadora Publicado 18/10/2019
A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Saúde, manterá abertas neste sábado (19) quatro unidades para o “Dia D” da Campanha de Vacinação contra o Sarampo. As salas de vacinação do Jd. Aeroporto, Jd. Nossa Senhora das Dores 2, Parque Hipólito 1 e da Divisão de Vigilância Epidemiológica atenderão das 8h às 17h. O foco da campanha são as crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), que ainda não tomaram as doses aos 6, 12 e 15 meses. Para o procedimento, é necessário apresentar o Cartão de Vacinação e um documento com foto.
A campanha, que começou no dia 7, segue té a próxima sexta-feira (25). Até o momento, foram vacinadas 304 crianças e a cobertura vacinal no município é de 88,8%, para a faixa dos 12 meses de idade. Com a campanha, a Secretaria de Saúde espera atingir o índice de 95%, preconizado pelo Ministério da Saúde.
Dados da Divisão de Vigilância Epidemiológica, divulgados na última terça-feira (15), apontam 25 casos de sarampo confirmados em Limeira. Desse total, 7 foram registrados em bebês menores de 1 ano; seis, na faixa etária entre 1 a 14 anos; e 12, com idade igual ou superior a 15 anos. Todos os pacientes passam bem e não há óbitos suspeitos nem confirmados.
O diretor de Vigilância em Saúde da pasta, Alexandre Ferrari, ressaltou a importância de pais ou responsáveis levarem todas as crianças não vacinadas, com idade entre 6 meses e menores de 5 anos, aos centros de saúde para receber a dose. “Essa faixa etária apresenta maior propensão ao agravamento de saúde, com quadros de otite, pneumonia, encefalite aguda e até mesmo a morte. A vacina é o único meio eficaz de evitar o adoecimento”, comentou. Ferrari destacou, ainda, que não existe tratamento específico para o sarampo. Os medicamentos são utilizados para minimizar o desconforto causado pelos sintomas da doença.
Brasil
Após de a doença ter sido considerada eliminada no Brasil, novos casos começaram a ser registrados no país em 2018, inicialmente em Roraima e no Amazonas. Conforme Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, foram confirmados neste ano 6.640 casos da doença. Há seis óbitos por sarampo no Brasil, sendo cinco no estado de São Paulo e um no estado de Pernambuco. Quatro óbitos ocorreram em menores de 1 ano de idade e dois em adultos com 31 e 42 anos.