21 de outubro de 2020

Conheça Lucas, limeirense que venceu o último episódio do MasterChef

Lucas Cicolin tem 30 anos, é formado em engenharia de produção e mora em Itatiba; limeirense pensa em uma forma de unir engenharia e culinária


Por Thayla Ramos Publicado 14/10/2020

O limeirense Lucas Cicolin, de 30 anos, venceu o 14° episódio da 7ª temporada do MasterChef Brasil, que foi ao ar na última terça-feira (13), na Band. Apaixonado por gastronomia, Lucas foi o melhor cozinheiro nas duas provas do programa e levou um troféu e muitos outros prêmios para casa ao preparar um filet au poivre, clássico francês ensinado por Jacquin.

Formado em engenharia de produção, ele começou a cozinhar aos 18 anos, quando ganhou um caderno de receitas da mãe, Lourdes, na época em que foi morar sozinho em Joinville (SC) para cursar a faculdade. Antes disso, Lucas confessou, em entrevista a Educadora, que não sabia nem mesmo fritar um ovo.

De lá pra cá, Lucas avançou na cozinha amadora e em sua formação, onde cursou mestrado, doutorado e, após cerca de 12 anos, parou pela primeira vez de estudar. Foi quando percebeu que a gastronomia havia ganhado espaço importante em sua rotina. Ele criou até uma página no Instagram onde compartilha suas receitas, a Cozinha e Conversa. Hoje, o limeirense mora em Itatiba, também no interior de São Paulo, cidade onde trabalha, e pensa em uma forma de unir engenharia e culinária.

Na primeira prova do MasterChef, a Caixa Misteriosa dos Famosos, Margareth Menezes sugeriu um prato tradicional africano, muito famoso no nordeste do Brasil: o arroz de hauçá. Tamanha técnica do cozinheiro amador impressionou a chef Paola Carosella que, ao provar seu arroz de hauçá, disse que foi uma das melhores receitas que experimentou durante a sétima temporada do programa. “Esse é o melhor prato que comi na temporada. É um prato muito bom e difícil”, disse Paola.

Além de arrancar elogios do trio de jurados e levar o troféu MasterChef para casa, Lucas ganhou R$ 5 mil do aplicativo PicPay e doou a mesma quantia para a “Ação Moradia”, instituição que promove educação e cultura para famílias em situação de vulnerabilidade social em Uberlândia, Minas Gerais. Ele ainda foi premiado com uma bolsa de estudos integral para graduação ou pós-graduação da Universidade Estácio e R$ 5 mil em compras no site amazon.com.br, entre outros prêmios das marcas Brastemp e Tramontina.