28 de setembro de 2020

Assembleia para transporte coletivo em Limeira por duas horas

Motoristas e cobradores discutiam possível greve do sistema


Por Carlos Gomide Publicado 14/02/2020
Motoristas e cobradores da Viação Limeirense se reuniram na porta da garagem na manhã desta asexta-feira. FOTO: Carlos Gomide

Motoristas e cobradores da Viação Limeirense pararam o transporte coletivo por pouco mais de duas horas, na manhã desta sexta-feira (14). Uma assembleia com os trabalhadores ocorreu na porta da garagem da Viação Limeirense, na Avenida Dr. Lauro Correa da Silva. Eles discutiam a possibilidade de uma greve pela garantia dos débitos trabalhistas com a Viação Limeirense, sob intervenção da Prefeitura desde abril de 2017.
De acordo com o presidente do sindicato, Alex Oliveira, a prefeitura teria garantido que daria “baixa” na Carteira de Trabalho, porém, teria recuado, o que causou insatisfação na categoria. Por conta do encontro, o sistema começou a operar na cidade pouco depois das 7h, e a greve foi descartada. A maioria dos trabalhadores concordou em entrar com processos judiciais para a garantia do recebimento.
O sindicato afirmou que o sistema operará normalmente neste sábado, quando a Sancetur assume o serviço. Mesmo com a garantia de emprego para todos os funcionários da Viação Limeirense, alguns funcionários decidiram em não migrar para a nova operadora do sistema.

Durante a assembleia, acompanhada na íntegra pela Educadora no programa Educadora de Manhã, uma moradora do Adélia Cavichia Grota, identificada como Neide Fontanin, foi à garagem para protestar sobre a falta dos ônibus nas ruas da cidade. Acompanhe o que ela disse ao microfone da Educadora.