23 de agosto de 2019

Adolescente furta cavalo, mata animal a marretadas e é agredido por populares em Limeira


Por Thayla Ramos Publicado 12/08/2019
Arte/Educadora

Um adolescente, de 15 anos, furtou um cavalo do Horto Florestal de Limeira, matou o animal a marretadas e foi parar na Santa Casa de Limeira, após ser agredido por populares com pauladas. O caso ocorreu no bairro Cecap e foi registrado no último domingo (11), às 15h, no Plantão Policial de Limeira.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, os gcms Corrêa e Castro Silva foram acionados até o local, no Cecap, onde encontraram o adolescente com diversas lesões corporais, ao lado do cavalo. Ele contou aos guardas que juntamente com outro adolescente – não identificado – e um maior, conhecido como “Nei”, furtou o cavalo do Horto Florestal de Limeira, há cerca de um mês. O adolescente e os amigos teriam maltratado o animal durante esse tempo. De acordo com o relato dos guardas, o cavalo estava muito magro e sofrendo.

Algumas pessoas do bairro, vendo os maus tratos causados ao animal pelo adolescente, exigiram que ele sacrificasse o cavalo. Diante da recusa do jovem, os populares o agrediram a paulada. Com medo de ser agredido novamente, ele matou o cavalo com golpes de marreta. Mesmo cumprindo a ordem dos desconhecidos, ele voltou a ser agredido.

No local, há um buraco onde o animal foi jogado. O adolescente já estava enterrando o cavalo quando os guardas chegaram. O cavalo permaneceu na cova, onde terminariam de enterrá-lo. Foi acionada a equipe de perícias criminalísticas do IC. Até o registro do Boletim de Ocorrência, os guardas não haviam conseguido contato com o responsável do setor da Prefeitura de Limeira, que tinha a guarda do animal.

O adolescente foi encaminhado à Santa Casa de Limeira, acompanhado por seu pai, onde permaneceu internado, recebendo cuidados médicos. O garoto é morador do Jardim Ernesto Kühl.